A Agência de Regulação de Serviços Públicos de Santa Catarina - Aresc realizou mais uma visita fiscalizatória nas obras de reparo da adutora de 800mm, rompida em um deslizamento de terra no mês de maio.

Os técnicos da Agência de Regulação estiveram acompanhando na tarde dessa quarta-feria (12/7) o andamento dos trabalhos da Casan na obra de desvio da tubulação que capta água bruta do Rio Pilões, em Santo Amaro da Imperatriz, principal manancial de abastecimento da Grande Florianópolis. Cerca de 600 metros de adutora estão sendo desviados. De acordo com informações da companhia de serviço, o objetivo é retirar a pesada tubulação de ferro fundido da área considerada mais instável, constantemente encharcada e que sofre quedas de árvores e deslizamentos de terra, como o que deslocou as adutoras e prejudicou o abastecimento de parte da Grande Florianópolis na semana de 21 a 26 de maio.

A adutora de água bruta de 800 milímetros é uma das três tubulações que captam água bruta no Rio Pilões, levando para a ETA Cubatão. Essa unidade é responsável por quase 50% da água do Sistema Integrado de Abastecimento da Grande Florianópolis, que atende Biguaçu, São José, Santo Amaro da Imperatriz, Palhoça e Florianópolis.

Paralela às demais fiscalizações rotineiras, a equipe da Aresc continuará acompanhando semanalmente o estágio da obra de reparo da adutora.

DSC02101cc

JSN Boot template designed by JoomlaShine.com

Desenvolvimento: logo ciasc rodape | Gestão do Conteúdo: ARESC | Acesso restrito